quarta-feira, 3 de setembro de 2008

SWITCH


Os Switch formaram-se em 1997, por colegas de carteira da Francisco Franco (antigos compinchas do badmington e amigos de longa data da Camacha). Esta banda passou por diversas metamorfoses desde os seus primeiros dias até agora; no início contavam com o Bébio Amaro no baixo e o Ricardo Sousa na braguinha , pandeireta e harmónica. Tiveram duas presenças alternadas de vocalistas: a Marina Freitas (cuja saída prematura antecedeu a primeira actuação), que veio deixar o lugar vago para a Carina Ferreirinha. Nesta fase, a banda chegou a alcançar o 3º lugar do Antena 3 Rock 2000. Após esta conquista, dá-se uma nova reestruturação, com a ida do Bébio para a faculdade em Lisboa, tendo a banda ficado reduzida ao Evandro Amaro, a assegurar as funções de guitarrista e de vocalista, o Ricardo Sousa que passou a exercer o cargo de baixista, e o Afonso Freitas na bateria. Esta formação manteve-se em actividade até 2002, ano que cessaram os concertos, mantendo-se “num estado de suspensão anímica, à espera que uma qualquer eventualidade proporcione as condições para aplicar vivências” (Evandro dixit). As sonoridades que dominam, alternam-se entre uma pop melódica e um rock sónico; por vezes de texturas cruas, sem grandes desenhos rítmicos, directos e crus, (como podemos notar em “Crash”), e outras vezes de uma leveza pop, onde casam, com eficácia, a braguinha e a harmónica, com uma base típica do rock, sustentada pelo baixo, bateria e guitarra (“Será”). Os Switch fazem-se valer de diversas singularidades musicais diferentes, onde fragmentos de ambiências heterogéneas compõem um alinhamento eclético, no qual resgatam ecos cavernosos e góticos para “The Time Has Come” , embalam com harmonias frágeis, canções adornadas a harmónica e braguinha, ou descambam para um rock robusto e carregado de pujança, como se quisessem partir tudo á sua frente. Eis uma banda versátil e inclassificável, que tanto poderíamos colocar na mesma prateleira que os The Jesus & Mary Chain como na mesma estante ao lado dos The Magnetic Fields.


Formação:
Marina Freitas - Voz
Carina Ferreirinha - Voz
Evandro Amaro (Carol's Broken Cables, Aboutowake, Yume) - Guitarra e Voz
Ricardo Sousa - Baixo, Braguinha, Pandeireta e Harmonica
Afonso Freitas - bateria











Sem comentários: